Por Prof. Alê Lopes

Olá, queridos e queridas alunas que irão prestar o Concurso para Aluno-Oficial PM-SP da Academia de Polícia Militar do Barro Branco. Eu sou a professora Alê Lopes e quero lhes apresentar o curso de História e Sociologia que nós aqui do Estratégia Vestibulares e Estratégia Militares preparamos pós-edital.

O edital foi publicado no dia 10 de abril, mas o certame está suspenso temporariamente, devido à pandemia de Covid-19. Assim que a situação se normalizar, as inscrições serão retomadas. Por isso, não desanime! Aproveite esse tempo extra para se preparar melhor e chegar mais confiante no dia da prova. É preciso foco!

As disciplinas de História e Sociologia são centrais para o Concurso Oficial PM-SP, pelos seguintes motivos: 

  1. Juntas, essas disciplinas correspondem a 10 questões de um total de 80 questões objetivas. História conta com 6 delas e Sociologia com 4 questões. Cada uma possui cinco alternativas, sendo que apenas uma delas está correta.  
  2. História e Sociologia serão muito importantes em sua graduação de Bacharelado em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública, lá na Academia. Isso porque os estudos da graduação envolvem uma sólida base teórica em Ciência Política e Sociologia, conforme consta no Edital. Por isso, dominar essas duas disciplinas da área de Ciências Humanas é essencial para a sua carreira. Percebe?

Diante disso, uma outra informação que precisa da sua atenção é: a banca do concurso é formada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Essa é uma banca difícil e que cobra muito conteúdo analítico. Em outras palavra: ou você se prepara bem para a prova ou “dança”. 

Provas elaboradas pela FGV têm um percentual de acertos baixo, diferente dos seletivos elaborados pela banca VUNESP, que tradicionalmente organiza os concursos PM-SP. Se na VUNESP é comum a média de acertos ser entre 85% a 95% da prova, na FGV esse percentual cai.

Por isso, a equipe do Estratégia Vestibulares preparou um curso focado na FGV e não apenas nas disciplinas de História e Sociologia. Você será preparado tanto para resolver as questões específica da FGV, quanto para compreender o conteúdo programático da prova, conforme o especificado no Edital. 

CURSO PARA CONCURSO PM-SP

O que é cobrado em História e Sociologia? 

A prova preparada pela FGV segue o estilo do vestibular. Quem já prestou o ENEM pode encontrar semelhanças, já que a FGV descreve o conteúdo geral da área de humanas como “Ciências Humanas e suas Tecnologias” (Edital, Anexo B). É uma novidade para quem está acostumado a fazer as provas para a PM-SP, uma vez que essa é a forma como o conteúdo é normalmente cobrado no ENEM e na maioria dos vestibulares.

No que diz respeito especificamente à História, será cobrado os conteúdos de História Geral e de História do Brasil. Acompanhe comigo!

História Geral

História do Brasil

Mas Alê, é muita coisa para estudar! Dá tempo? Sim, perfeitamente. Agora, se você for iniciar ou mesmo aprofundar os estudos com base no conteúdo geral que vemos no Ensino Médio, pode ser que você se perca nesta missão. Neste momento, é hora de focar no que é cobrado no Edital.

O Estratégia Vestibulares é especialista em analisar Editais, questões de bancas de concurso, provas, vestibulares e carreiras militares, tudo para entregar a melhor preparação para você.

Na minha primeira aula do livro digital (Aula 00), tanto para História, quanto para Sociologia, faço uma análise detalhada da FGV. Isto é, analiso qual a lógica de cobrança da FGV em provas de concurso e de vestibular.

E quanto à Sociologia, o que será cobrado? Olhe só essa sistematização, conforme os conteúdos do Edital

Sociologia

Repare que os tópicos de Sociologia são de caráter reflexivo, alguns apresentados até em formato de perguntas. É dessa forma porque é próprio da Sociologia pensar e refletir sobre a sociedade. Na condição de graduada pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), digo que pensar em formas de melhorarmos a sociedade é fundamental. Afinal, todos queremos uma “Boa-Vida”, para relembrar os pensadores da Antiguidade Clássica. 

Porém, na condição de professora e especialista em preparar alunos para a prova, digo que nosso foco deve ser “matar” as questões da prova da FGV. Por isso, o curso que preparei, por mais que levante questões reflexivas, está preocupado em ajudar você a gabaritar Sociologia na FGV. Perfeito? Deixe para elaborar sociologicamente seus pensamentos quando estiver com sua vaga garantida no Barro Branco.

Como é uma questão da FGV? 

Para você ficar por dentro de como a FGV costuma cobrar História em suas provas, trago uma questão de exemplo. Selecionei uma bem difícil, para você tomar aquele “choque de realidade”. Gente, vocês serão de uma carreira TOP da PM-SP, então, é esperado que a seleção seja exigente. Mas fique tranquilo, porque o Estratégia está aqui para facilitar a sua vida. 

Veja só a questão e tente se lembrar de qual assunto da História Geral ela aborda. Ah, logo em seguida trago o gabarito e comentários de resolução do exercício. 

(FGV 2018)  Foi pela espada que nossos ancestrais introduziram, na criação, o poder de cercar a terra e fazê-la sua propriedade; foram eles que primeiro mataram os seus próximos, os homens, para assim roubarem ou pilharem a terra que a esses pertencia e deixá-la a vós, seus descendentes. (…) Eu vos exorto, soldados da República Inglesa! O inimigo não poderia vencer-vos no campo de batalha, porém pode derrotar-vos no campo da política se não estabelecem a liberdade para todos. Onde existe um povo….unido graças à propriedade coletiva dos meios de subsistência até formar uma só pessoa será o seu país o mais poderoso do mundo… a defesa da propriedade e do interesse individual divide o povo de um país e do mundo todo.
(Gerrard Winstanley. Em Cristopher Hill. O mundo de ponta-cabeça, 1987)

A partir do documento, é correto afirmar que 

a) Gerrard Winstanley defendia a propriedade coletiva da terra, eixo da proposta dos diggers (escavadores), no contexto da Revolução Puritana na Inglaterra, contra a classe proprietária que, vitoriosa militarmente com o exército republicano, massacrou a ameaça radical dos não proprietários.
b) no fim da guerra civil, Gerrard Winstanley, líder do exército republicano inglês, o New Model Army, exortou os soldados a lutarem pela vitória de Cromwell, defensor da propriedade privada e do poder dos proprietários, reassentados na Câmara dos Comuns.   
c) o líder do partido independente na guerra civil inglesa, Gerrard Winstanley, defendia a propriedade coletiva em nome da liberdade, o que garantiria a reunião de todos os ingleses para a vitória de Cromwell contra Carlos I, decapitado em 1649, o que significou o fim do absolutismo na Inglaterra.   
d) o exército republicano, New Model Army, chefiado por Cromwell e unido ao líder dos levellers (niveladores), Gerrard Winstanley, na Revolução Puritana, garantiu a derrota de Carlos I, o que possibilitou a morte do Antigo Regime na Inglaterra e a implantação da propriedade coletiva.   
e) com a morte do rei Carlos I, assumiu a chefia da Câmara dos Comuns o deputado Gerrard Winstanley que, com o seu poder, começaram as mudanças radicais, como a propriedade coletiva da terra, anulando os cercamentos que enriqueceram os proprietários e empobreceram os camponeses.

Comentário
O assunto cobrado nessa questão está relacionado ao Mundo Moderno, do tópico específico “Formação e evolução das monarquias nacionais; as revoluções burguesas do século XVII” (item 3.3 do Anexo B, Edital). Ela quer avaliar se você tem conhecimento sobre o processo das Revoluções Burguesas na Inglaterra do século XVII. Ai, meu Deus, profe? Calma, calma. Vamos, primeiro, interpretar a questão.

Repare que o texto do enunciado é um trecho de uma fala Gerrard Winstanley, um personagem da história da Inglaterra. Essa citação está contida no livro O mundo de ponta-cabeça, do historiador inglês Christopher Hill. Só com a prática de resoluções de questões, você pega, de cara, que se trata de uma citação, uma referência a uma fala de um personagem em determinado contexto histórico.

Além disso, junto à informação do enunciado – logo abaixo do texto – a FGV diz que é um “documento”. Logo, nosso radar histórico já indica: hum, de qual momento da história a questão se refere? Mais do que isso, em toda questão de História, o primeiro passo é descobrir TEMPO e ESPAÇO. Sacou?
No caso, o contexto é o século XVI na Inglaterra. OK? Essas informações todas são retiradas da leitura e interpretação do enunciado, da informação da fonte bibliográfica, etc. Claro que, às vezes, dar uma passada pelas alternativas também ajuda.

Descoberto o TEMPO e o ESPAÇO, então, temos que partir para as alternativas. Mas antes, alerto, também é fundamental saber alguns nomes de personagens e lideranças da história. Por exemplo, no caso da Inglaterra, Oliver Cromwell foi um líder  importante na guerra civil entre 1642 e 1648. Um conflito que ficou conhecido, não por acaso, como Revolução Puritana (primeira Revolução Burguesa em solo inglês). Já  Gerrard Winstanley, menos conhecido que Oliver Cromwell, também foi um líder, porém mais radical que Cromwell.

A Revolução Puritana opôs defensores do Rei (Monarquia) e defensores do Parlamento, e era baseada, também, numa divisão religiosa (anglicanos x puritanos). Ela viu o surgimento de grupos radicais, como os escavadores, que defendiam a propriedade coletiva das terras, ou seja, o fim da propriedade privada de terra na Inglaterra. Gerrard Winstanley pertencia a esse grupo de revolucionários, opositores à monarquia e contrário à propriedade privada.

O texto do enunciado começa com essa crítica à propriedade privada: “Foi pela espada que nossos ancestrais introduziram, na criação, o poder de cercar a terra e fazê-la sua propriedade; foram eles que primeiro mataram os seus próximos (…)”. Ainda há a expressão “roubou” da terra, ou seja, Gerrard Winstanley está clareamento criticando a propriedade privada. Apenas para esclarecimentos, Oliver Cromwell, apesar de também opositor à monarquia, não era contrário à propriedade privada.

De toda forma, o grupo dos escavadores foi “engolido” pelos vitoriosos da Revolução (a ala de Oliver Cromwell)  e, por isso, não alcançaram seus objetivos. Feitas essas considerações, a informação correta está na alternativa A. Vejamos os erros das demais alternativas.

b) Gerrard Winstanley não poderia ser o líder do exército republicano, pois os republicanos – defensores da força do Parlamento inglês – não eram contrários à propriedade privada da terra. Dessa forma, apesar de ambos serem opositores ao Rei, a ala de Winstanley e a ala de Cromwell possuíam divergências. 
c) essa alternativa também sugere uma unidade entre Cromwell e G. Winstanley, falso. 
d) duas afirmações falsas na alternativa: a mais fácil de identificar é que após a Revolução Puritana não foi estabelecida a propriedade coletiva da terra. A propriedade privada continuou existindo. Segundo, e essa é mais difícil, Gerrard Winstanley era líder dos diggers. Agora, atenção, você não precisaria saber tuuudo. Se identificou um erro passa para a próxima. 
e) falso, na disputa dentro do próprio movimento revolucionário, Gerrard Winstanley foi derrotado. 

Diante disso, o Gabarito é a alternativa A.

Depois dessa apresentação do que a FGV vai cobrar na parte de História e de Sociologia, quero deixar uma dica de ouro: você não precisa ser especialista! Basta identificar um erro na alternativa, uma contradição, uma informação histórica errada, e então desconsidere-a e encontre a alternativa correta.

Por fim, indico um vídeo no meu canal no YouTube que tem ajudado muitos alunos. É uma dica curtinha sobre a importância da periodização histórica para você não se perder nos estudos. Acesse o vídeo aqui!

Espero que tenham gostado desse panorama geral da disciplina de História e de Sociologia. Busquem mais informações no site do Estratégia Vestibulares e em nossas redes sociais. E, claro, conheçam nossos cursos para o Concurso Oficial PM-SP Academia Barro Branco. Tenho certeza de que se você estudar conosco, uma das 130 vagas será sua.

Bons estudos e até a próxima. Alê. 

CURSO PARA CONCURSO PM-SP

Leia mais…

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar também