Sisu 2020: o que é, como funciona e qual curso ou IE’s escolher

Data 20/01/2020

Postado por Fernando Brito

Inscrições para o Sisu começam nesta terça-feira, 20 de janeiro

Mesmo diante dos problemas encontrados na correção da prova que prejudicou mais de 6 mil candidatos, o Ministério da Educação manteve o cronograma. As inscrições através do Sistema de Seleção Unificada, o Sisu, estarão abertas a partir desta terça-feira, dia 20 de janeiro, e ficarão disponíveis até o dia 26, domingo.

Se você sonha um dia entrar para a Universidade Pública, saiba que dependendo da instituição, você vai precisar passar pelo Sisu. O Sisu é uma importante oportunidade para quem prestou o Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, em 2019, e deseja entrar para uma instituição de ensino Superior Pública.

Anos atrás, um novo modelo de prova foi introduzido para o Enem. A proposta era unificar os vestibulares das instituições públicas de todo o país. Por isso, Universidades abriram mão dos seus processos seletivos e passaram a aderir o Enem como principal forma de ingresso.

Para que esse processo funcionasse, foi criado o Sisu, o Sistema de Seleção Unificada. Mas o que é o Sisu?

Simulado Enem 2020

O que é o Sisu?

O Sisu é um sistema de seleção criado pelo Ministério da Educação por meio do qual instituições públicas de ensino superior (sejam universidades, institutos ou faculdades) oferecem vagas a candidatos participantes do Enem.

Através do SiSU, os alunos poderiam se inscrever para as vagas disponíveis nas universidade brasileiras participantes do sistema. Como a utilização do Enem e do SiSU pelas universidade brasileiras é opcional, algumas universidades ainda utilizam vestibulares próprios para seleção.

Quando acontece o Sisu?

O Sisu acontece anualmente e, em 2020, as datas já foram definidas:

  • Inscrições: 21/01 a 24/01
  • Resultado: 28/01
  • Solicitar presença na Lista de Espera: 29/01 a 04/02
  • Convocação da lista de espera: 07/02 a 30/04

Como funciona o Sisu?

Como você já sabe, o SiSU é o sistema informatizado do MEC no qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para candidatos participantes do Enem. Para se inscrever no Sisu, o candidato precisa ter em mãos o número de inscrição no Enem e senha utilizada para acesso ao sistema.

Não há pagamento de taxa de inscrição. Para se inscrever, o candidato deve acessar o site do Sisu, entrar no sistema com seus dados de acesso e escolher o curso e a instituição que deseja concorrer a vagas. As inscrições ficam abertas no período de 21 de janeiro a 24 de janeiro.

No dia 28 de janeiro, o resultado será divulgado.

Quem pode participar do Sisu?

Pode fazer a inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o candidato precisa ter nota na redação diferente de zero. Candidatos que fizeram inscrição no Enem na situação de Treineiro não podem concorrer às vagas pelo Sisu.

Quantas opções de curso posso escolher no Sisu?

O candidato escolhe até duas opções de curso, é possível alterar suas opções durante as inscrições.

Critérios para cursos

Fonte: Sisu

Quantas vezes posso mudar minha opção de curso?

Os candidatos podem alterar suas opções quantas vezes julgar conveniente, desde que o faça dentro do prazo estipulado para inscrição no sistema do Sisu. Vale ressaltar que será considerada válida apenas última inscrição confirmada.

O que é a Nota de Corte?

Fonte: Sisu

A nota de corte é apenas uma referência para auxiliá-lo na sua inscrição para o curso desejado. Isso vai te ajudar a escolher o curso e a instituição certa para que o seu ingresso aconteça. Muitos candidatos pecam nesse processo e acabam perdendo a oportunidade de entrar no curso.

Por isso, acompanhe com cuidado a sua inscrição. A nota de corte varia de acordo com o número de inscritos naquele curso. Se em algum momento a nota de corte for maior do que a sua nota, você poderá alterar a sua opção de curso ou de instituição que se enquadre na sua situação.

Como é calculada a nota?

Durante o período de inscrição, uma vez por dia, o Sisu calcula a nota de corte (menor nota para o candidato ficar entre os potencialmente selecionados) para cada curso com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência.

Quais as modalidades de concorrência?

Os candidatos podem se inscrever em três modalidades de concorrência: vagas de ampla concorrência, vagas reservadas para quem se enquadra na Lei de Cotas e vagas destinadas às demais ações afirmativas da instituição.

Dessa forma, durante a chamada regular do Sisu, o candidato que optar por uma determinada modalidade de concorrência estará concorrendo apenas com os candidatos que tenham feito a mesma opção, e o sistema selecionará, dentre eles, os que obtiveram as melhores notas no Enem de 2019.

Fui aprovado no Sisu: e agora?

O resultado da chamada regular será divulgado no dia 28 de janeiro no site do Sisu. O resultado também vai estar disponível nas instituições e na Central do MEC. Os aprovados devem procurar a instituição dentro do prazo estabelecido para matricula com toda a documentação necessária.

O candidato selecionado pelo Sisu deve verificar, junto à instituição de ensino em que foi aprovado, o local, horário e procedimentos para a matrícula. O prazo para a realização da matrícula está definido no cronograma disponível na página do sistema.

Não passei: como participar da Lista de Espera?

Esse também é um momento extremamente importante que não pode ficar de fora, caso não tenha sido convocado na chamada regular. Isso porque muitos candidatos acabam não efetuando matrícula por diversos motivos: falta de documentação, perda do prazo, entre outros.

Se você não foi selecionado na chamada regular para nenhuma das duas opções de curso, você está apto a participar da lista de espera. O candidato deve acessar o sistema durante o período estabelecido e manifestar interesse em uma das opções de curso que se inscreveu.

Na lista de espera, a convocação dos candidatos para a matrícula cabe às próprias instituições de ensino. Assim, é importante que os candidatos acompanhem as convocações da lista de espera junto à instituição na qual tenha manifestado interesse.

Como participar do Prouni através do Sisu?

O candidato inscrito no Sisu também pode fazer a inscrição no Programa Universidade para Todos (Prouni), desde que atenda aos critérios do programa. No primeiro semestre de 2020, Sisu e Prouni adotam o Enem de 2019 como critério para seleção dos candidatos.

Caso o candidato seja selecionado nos dois programas, o mesmo deverá optar pela bolsa do Prouni ou pela vaga do Sisu, pois é vedado ao estudante utilizar uma bolsa do programa e estar, simultaneamente, matriculado em instituição de educação superior pública e gratuita.

CURSO PARA O ENEM

Leia mais…

Fernando Brito

Fernando Brito

Jornalista com experiência em web, TV, impresso, assessoria de comunicação, mídias sociais, cerimonial e media training. Atualmente é responsável pelo jornalismo do Estratégia Vestibulares, atuando como coordenador de conteúdo.

Deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar:
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, Inep, divulgou nesta sexta-feira, 17
Já escolheu para qual Universidade você vai prestar vestibular este ano? Que tal fazer isso
Com uma média anual de 10 mil inscritos, o Vestibular UFT é uma das grandes
A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) divulgou uma nova lista de candidatos
A Universidade Federal do Paraná (UFPR) divulga nesta quarta-feira, 15 de janeiro, o resultado final

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *