Última atualizaçao em: 05 de Novembro de 2020, ás 20:29

Ao ver esta publicação, dividem-se dois tipos de pessoas: leigas em Química e conhecedores de Química. O “leigo” pensou: “nossa, mestre, quantas maneiras sensacionais!”. O “conhecedor”: “ah tá! 7 maneiras nada! Tudo uma maneira só”.

Todas as maneiras apresentadas representam uma única forma de retirar a ferrugem de um material: reação do óxido de ferro com uma solução ácida. É claro que alguns materiais são mais eficazes do que outros, pois, quanto maior a acidez da solução, maior a eficácia da reação.

A ferrugem é produzida pela reação do ferro, oxigênio e água (líquida ou vapor). O material enferrujado é constituído por uma mistura de óxidos (Fe2O3 e FeO) e podem ser expressos pela soma das fórmulas por Fe3O4. A ferrugem pode ser representada pelas fórmulas: Fe3O4, Fe(OH)3 e Fe2O3·3H2O.

Ao colocar uma solução ácida em um material enferrujado, ocorre o desgaste da superfície do material sólido devido à reação com a solução ácida. O ácido reage, principalmente, com o hidróxido de ferro (III) presente na superfície e produz um sal solúvel. O sal solúvel depende da solução ácida utilizada.

A seguir, você confere uma lista dos materiais, os principais ácidos e sais formados pela remoção da ferrugem.

  • Limão, Laranja ou Tomate – ácido cítrico – citrato de ferro.
  • Vinagre – ácido acético – acetato de ferro.
  • Coca-cola – ácido fosfórico – fosfato de ferro.
  • Café – ácido quínico – quinato de ferro.
  • Leite – ácido lático – lactato de ferro.

Lembre-se: quanto menor o pH, maior a acidez e, assim, maior a facilidade de remoção da ferrugem. Dica para melhorar o rendimento da remoção da ferrugem: coloque um pouco de sal (cloreto de sódio) misturada a solução.

Abraços!

Instagram: @professorprazeres

CURSOS PARA VESTIBULAR

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar também