A química dos vestibulares requer um conhecimento panorâmico sobre as interações entre os compostos químicos, que podem gerar misturas e soluções. Nesse sentido, compreender a separação de misturas e as concentrações existentes em uma solução pode ser a chave mestra da sua aprovação!

Por isso, o Estratégia Vestibulares preparou um artigo com os principais conceitos e métodos da separação de misturas e, também, como esse assunto aparece no Enem. Confira!

O que é a Separação de Misturas?

O assunto “separação de misturas” abrange todas as formas de desmembrar misturas químicas, sejam elas homogêneas ou heterogêneas. 
Acompanhe, na tabela abaixo, os principais processos de separação.

HomogêneaHeterogênea
Evaporação Catação
Destilação SimplesVentilação
Destilação FracionadaSeparação Magnética ou Imantação
Liquefação FracionadaDissolução Fracionada
Fusão FracionadaFlotação Fracionada
Decantação
Levigação
Peneiração
Sifonação
Filtração
Centrifugação
Câmara de Poeira


Processos de Separação de Misturas

Conheça, nos tópicos seguintes, alguns processos de separação de misturas:

Catação

Utilizada para separar misturas heterogêneas entre dois ou mais sólidos, a catação consiste em utilizar as mãos ou pinças para dividir, visualmente, os materiais. 

Em geral, as misturas que são separadas por esse método apresentam sólidos bem definidos com aspectos bem definidos e diferentes.

Exemplo: Escolha dos melhores grãos de feijão antes de cozinhar.

Ventilação

Ventilação é um método de separação que deve acontecer entre dois sólidos de massas diferentes. O principal componente desse processo é o vento, por meio dele é possível espalhar cada parte do material em recipientes diferentes. 

Exemplo: mistura de sementes e cascas; o vento é o responsável por afastar as casquinhas (mais leves) e preservar as sementes no vasilhame.

Levigação

Processo de separação de misturas heterogêneas entre dois sólidos – o agente importante aqui, é a corrente de água, que permite o escoamento da água e do sólido indesejado.
Exemplo: Durante o garimpo do ouro, a bateia e a água facilitam a separação entre o ouro e a areia.

Peneiração 

A peneiração também é um exemplo de separação de misturas heterogêneas com sólidos de tamanhos diferentes. O instrumento fundamental é a peneira, como indica o nome. 
Exemplo: Separação entre areia e pedra em construção civil

Tamisação

A tamisação, por sua vez, utiliza a peneiração para separar os sólidos com base nos diâmetros diferentes entre eles. A ferramenta de tamisação é a união de várias peneiras que retém os sólidos em “cada andar”. O último andar seria uma panela para guardar os componentes mais finos. 
Exemplo: dissociação entre grãos de farinhas mais finos e mais grossos. 

Liquefação por solventes

Em misturas homogêneas entre gases, a compressão das moléculas em um recipiente permite que um composto se liquefaça e o outro não. Assim, o utilizador pode inferir onde está cada componente. 
Essa técnica também está associada a diferentes pontos de ebulição. 

Flotação Fracionada

A flotação é um processo de separação para dois sólidos de mistura heterogênea. Para realizar isso, é necessário um líquido de densidade intermediária entre os dois materiais. Após a adição desse líquido, cada componente se relaciona com ele de maneira diferente. Veja um exemplo:

Filtração

A filtração é uma técnica de separação que utiliza um filtro para retirar sólidos de misturas heterogêneas líquidas. Isso acontece, por exemplo, nos filtros de água.
Além disso, existe a filtração a vácuo que pode ser feita de maneira rápida e eficiente.

Decantação, sedimentação, sifonação e centrifugação

Decantação é a possibilidade de um sólido ou líquido mais denso se depositar no fundo do recipiente. A sifonação, por sua vez, acontece quando um cano é utilizado para retirar o material sedimentado (depositado) na porção inferior. 

A centrifugação segue o mesmo princípio de comparação de densidades, mas utiliza uma máquina giratória para acelerar a deposição dos materiais na parede do recipiente.
Exemplo: centrifugação do sangue para exames laboratoriais


Separação magnética

A separação magnética é empregada para dissociar misturas que contém materiais ferro magnéticos (metais, em geral). Para isso, é utilizado um ímã e seu campo magnético.
Por exemplo, para separar limalha de ferro de areia, a separação magnética é o método ideal.

Evaporação

A evaporação é meio de separar misturas homogêneas de sólidos e líquidos. Para tal, é importante conhecer o ponto de ebulição do líquido e conseguir a temperatura ideal. Além do mais, o líquido se perderá no ambiente e o sólido ficará deposto no fundo do recipiente. 
Como exemplo, podemos citar as salinas, onde a água é evaporada e o sal é depositado e cristalizado.

Destilação

A destilação simples é um modo de separar sólido e líquidos em misturas homogêneas. Para isso, o ponto de ebulição é um fator crucial. 
Nesse caso, o sólido se deposita no recipiente mas o líquido não se perde, uma vez que se condensa e será inserido em outro reservatório. 

Por sua vez, a destilação fracionada é operada na dissociação de líquidos com pontos de ebulição divergentes. Em colunas de fracionamento de petróleo, isso permite que os gases e líquidos se separem completamente – as nivelações diferentes dos tubos de vazão forma reservatórios de gás, gasolina, querosene, óleo combustível, óleo lubrificante e parafina (por ordem de menor para maior ponto de ebulição).

Questões sobre Separação de Misturas no Enem

Enem 2017

As centrífugas são equipamentos utilizados em laboratórios, clínicas e indústrias. Seu funcionamento faz uso da aceleração centrífuga obtida pela rotação de um recipiente e que serve para a separação de sólidos em suspensão em líquidos ou de líquidos misturados entre si.
RODITI. I. Dicionário Houaiss de física. Rio de Janeiro: Objetiva, 2005 (adaptado).

Nesse aparelho, a separação das substâncias ocorre em função

a) das diferentes densidades.
b) dos diferentes raios de rotação.
c) das diferentes velocidades angulares.
d) das diferentes quantidades de cada substância.
e) da diferente coesão molecular de cada substância.

A centrifugação de materiais em laboratórios separa as substâncias conforme uma flutua sobre a outra, de maneira geral, é a sedimentação acelerada dos sólidos ou líquidos suspensos. Por isso, a densidade é um fator importante para determinar a separação por centrifugação, conforme indica a alternativa A. 

Quer conhecer mais sobre química e ainda se divertir? Conheça o Quimigame do Estratégia, com ele você adquire conhecimentos de maneira lúdica.

Para conhecer nossos cursos pré-vestibulares, clique no banner abaixo:

Estratégia Vestibulares - separação de misturas
Você pode gostar também