Banner Artigo

Prova de Sociologia da 2ª Fase da UNESP corrigida e comentada

Data 16/12/2019

Postado por Prof. Alê Lopes

Olá, queridos e queridas. Tudo bem? Sou a prof. Alê Lopes e escrevo este artigo para resolver e comentar as questões de Sociologia da prova da 2ª Fase da UNESP.

2ª Fase UNESP 2020 – Sociologia

Questão 09

Texto 1

A distinção entre natureza e cultura leva em conta a maneira como o tempo se realiza: na natureza o tempo é repetição (o dia sempre sucede a noite, as estações do ano se sucedem sempre da mesma maneira etc.); o tempo da cultura é o da transformação (isto é, das mudanças nos costumes, nas leis, nas instituições sociais e políticas etc.). Para vários filósofos e historiadores, a cultura surge quando os homens produzem as primeiras transformações na natureza pela ação do trabalho.

(Marilena Chauí. Convite à filosofia, 2005. Adaptado.)

Texto 2

Em que consiste, então, a alienação do trabalho? Primeiro, que o trabalho é externo ao trabalhador, isto é, não pertence ao seu ser, que ele não se afirma em seu trabalho, mas nega-se nele, que não se sente bem, mas infeliz, que não desenvolve nenhuma energia física e espiritual livre, mas mortifica seu físico e arruína o seu espírito. O trabalhador só se sente, por conseguinte e em primeiro lugar, junto a si quando está fora do trabalho, e fora de si quando está no trabalho. Ele está em casa quando não trabalha e, quando trabalha, não está em casa. O seu trabalho não é, portanto, um trabalho voluntário, mas forçado. O trabalho não é, por isso, a satisfação de uma carência, mas somente um meio de satisfazer

necessidades fora dele.

(Karl Marx. Manuscritos econômico-filosóficos, 2008. Adaptado.)

a) Com base no texto 1, diferencie “tempo natural” e “tempo cultural”.

b) Como Karl Marx entende a alienação do trabalho? Relacione o conceito de alienação do trabalho à noção de “tempo cultural” apresentada no texto 1.

Resolução

  • a) Tempo natural é o tempo dos elementos naturais que independem da ação humana; Tempo cultural é o da criação e transformação que resultam da ação humana.
  • b) Alienação, para Marx, é a separação do homem dos instrumentos de trabalho, bem como do processo produtivo e do produto do trabalho. Embora o homem não se realize pelo trabalho, segundo Marx, ele continua sendo transformação da natureza. Nesse sentido, mesmo o trabalho alienado participa da formação do “tempo da cultura”.

Questão 10

Texto 1

No sentido mais amplo do progresso do pensamento, o esclarecimento tem perseguido sempre o objetivo de livrar os homens do medo e de investi-los na posição de senhores. Mas a terra totalmente esclarecida resplandece sob o signo de uma calamidade triunfal. O programa do esclarecimento era o desencantamento do mundo. Sua meta era dissolver os mitos e substituir a imaginação pelo saber. Francis Bacon, “o pai da filosofia experimental”, capturou bem a mentalidade da ciência que se fez depois dele. O saber que é poder não conhece barreira alguma. O que os homens querem aprender da natureza é como empregá-la para dominar completamente a ela e aos homens. Nada mais importa. (Theodor W. Adorno e Max Horkheimer. Dialética do esclarecimento, 1985. Adaptado.)

Texto 2

A crise ambiental para a qual o modelo insustentável de desenvolvimento do ser humano conduziu a Terra tem facetas preocupantes: as mudanças climáticas ameaçadoras e transversais, a perda dramática de biodiversidade, a redução drástica da água doce disponível, a poluição letal do ar, a profusão de plásticos nos mares e oceanos, a pesca excessiva. (Esther Sánchez e Manuel Planelles. “As mudanças sem precedentes necessárias para evitar uma catástrofe ambiental global”. https://brasil.elpais.com, 13.03.2019. Adaptado.)

  1. Com base no texto 1, explique o que seria o “desencantamento do mundo” e o “programa do esclarecimento”.
  2. Relacione o princípio da ciência moderna, presente no texto 1, com a “crise ambiental”, descrita no texto 2.

Resolução

  • a) Programa do esclarecimento é o programa do iluminismo. Ou seja, o uso da razão crítica e da ciência para tornar o homem consciente de si e do mundo tal qual ele é. Assim, desencantamento do mundo é, justamente a ruptura com o dogmatismo e com a mistificação da realidade.
  • b) Dado que o princípio da ciência presente no texto 1 é a experiência com o objetivo de dominar a natureza, podemos inferir que a crise ambiental é resultado desse processo antrópico de interferência no meio ambiente.

É isso, pessoal. Se você fez a prova da segunda fase da UNESP 2020, espero que tenha tido êxito na sua aprovação. Se ficou qualquer dúvida, entre em contato comigo através do Fórum de Dúvidas ou pelas redes sociais.

Você pode baixar esta resolução de forma gratuita. Deixei o arquivo logo a seguir. Caso queira estudar para a UNESP ou reforçar a sua preparação, nós temos cursos focados. Confira nossos planos. Abraço e bons estudos.

Siga-me nas redes sociais:

Instagram: @prof.ale.lopes

CURSOS PARA UNESP

Prof. Alê Lopes

Prof. Alê Lopes

Professora de História formada pela Universidade de Campinas, a Unicamp. Mestre em Ciência Política pela mesma instituição, professora de História e Sociologia do Estratégia Vestibulares.

Deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar:
A Universidade Estadual Paulista divulgou na manhã desta quinta-feira, 30 de janeiro, a lista de
Olá, pessoal… Tudo bem? Sou o prof. Fernando Andrade, do Estratégia Vestibulares, e escrevo este
Olá, caro aluno! Tudo bem? Se você fez a prova da segunda fase do vestibular
Olá pessoal, tudo bem? Eu sou o prof. Marco Túlio, professor de História do Estratégia
Olá, caro aluno. Seja Bem-Vindo. Escrevo este artigo para disponibilizar a você a resolução das

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *