A construção de textos e mensagens depende, principalmente, do significado das palavras e como isso será abordado. Por isso, o domínio da semântica é muito importante para o estudo pré-vestibular.

Diante disso, o Estratégia Vestibulares preparou um resumo sobre a semântica e o seu uso na Língua Portuguesa. Acompanhe!

Navegue pelo conteúdo

O que é semântica?

Semântica é o ramo da linguística que estuda o significado das palavras. Ela trata sobre o sentido que atribuímos às frases e expressões.

A semântica adequada requer um bom conhecimento sintático, pois a construção das orações influencia diretamente na clareza e significação dos enunciados

O bom entendimento semântico permite uma melhor compreensão e interpretação textual, além de influenciar na coerência e coesão das redações.

Sinonímia e Antonímia

A sinonímia compreende palavras que possuem significados próximos, muito semelhantes e que podem ser substituídas uma pela outra. Esse recurso semântico é muito útil para evitar a repetição de termos na redação.

Como exemplo, imagine que você está escrevendo uma narrativa sobre um personagem bem humorado: “João sempre foi um garoto engraçado e bem humorado, a convivência com ele era repleta de comentários cômicos”. Os termos “engraçado” e “cômicos” são sinônimos, pois indicam o mesmo sentido/significado.

Na construção acima, o uso deles permitiu que a frase não fosse repetitiva como em “João sempre foi um garoto engraçado e bem humorado, a convivência com ele era repleta de comentários engraçados ou “João sempre foi um garoto cômico e bem humorado, a convivência com ele era repleta de comentários cômicos

A antonímia, por sua vez, indica palavras com significados opostos. Elas podem ser utilizadas para contrapor pontos em argumentos, ou criar figuras de linguagem como a antítese e paradoxo. 

No trecho do soneto de Luís de Camões, observe o paradoxo dos termos destacados:

“Amor é fogo que arde sem se ver,
é ferida que dói, e não se sente;
é um contentamento descontente,
é dor que desatina sem doer.”

O sentido das proposições se opõe a ele mesmo ao demonstrar uma “dor que não dói”, um “contentamento que não tem contentamento” e uma “ferida em que se sente a dor, mas sem sentir”. 

Paronímia e Homonímia

Palavras parônimas possuem grafia e sonoridade semelhantes, porém seus significados são diferentes.

Um exemplo muito comum disso são os verbos “infringir” e “infligir”, que são muito semelhantes e possuem sentidos diferentes. Nas definições a seguir, entenda o significado de cada um deles:
“Infringir” indica uma desobediência, a quebra de uma regra ou lei, como em “O aluno infringiu as normas do colégio!”
“infligir” significa uma aplicação de leis ou punições: “Então, a diretora infligiu uma punição comportamental ao garoto.”

Palavras homônimas possuem som igual e sentidos/grafia diferentes.
Dentre esses termos, é importante saber a diferença entre “sela” e “cela”:

  • “Sela”: peça feita de couro que fica no lombo dos cavalos e serve para o equilíbrio do cavaleiro.
  • “Cela”: local onde são colocados os prisioneiros em penitenciárias, cadeias e/ou centros de detenção.

Além disso, outros vocábulos homônimos são “cessão”, “seção” e “sessão”. Confira as diferenças semânticas entre eles:

  • “Cessão”: ato de ceder
    Exemplo: “ele fez a cessão de seus bens entre as sobrinhas”;
  • “Seção”: indica as partes ou departamentos de alguma coisa ou algum local
    Exemplo:  seção eleitoral, seção de brinquedos em uma loja, seção de esportes em um jornal, etc; e
  • “Sessão”: tempo de duração de um evento, reunião, programa, espetáculo, terapia, entre outros.
    Exemplo: sessão de cinema, sessão de teatro, sessão política, etc.

Conotação e Denotação

A conotação confere um sentido figurado aos enunciados, pois cria um significado não literal para os termos. 
Na frase “O aluno viajou na maionese  enquanto assistia às aulas online”, a expressão “viajar na maionese” é utilizada em sentido conotativo, porque indica uma divagação/distração do aluno.

Já a denotação é a responsável pelo sentido literal das palavras, uma vez que admite o significado bruto delas.
Na oração “Ana comeu maionese temperada”, o termo “maionese” se refere ao molho alimentício – esse é o sentido literal da palavra. 

Ambiguidade semântica

A ambiguidade ocorre quando podem ser atribuídos dois significados para o mesmo enunciado, sem a possibilidade de distinguir qual mensagem o autor realmente gostaria de transmitir. O conhecimento desse fenômeno linguístico pode alavancar sua nota nas redações e interpretações no Enem!

Veja o exemplo:
“Mateus quer que Juliana coma sua torta” – é uma construção ambígua pois a torta pode ser de Juliana ou de Mateus. Ao trocar o pronome possessivo “sua” por “dele” ou “dela”, é possível quebrar o efeito ambíguo: “Mateus quer que Juliana coma a torta dela”/“Mateus quer que Juliana coma a torta dele”

Polissemia

A polissemia está relacionada aos vários significados que uma mesma palavra pode admitir, a depender do contexto em que se encontra. Veja os exemplos abaixo:

  • Pena: pluma, punição/castigo, objeto utilizado para escrever, piedade.
  • Xadrez: jogo de tabuleiro, cadeia, estampa de roupa; e
  • Mão: pode admitir sentido figurado como responsabilidade – “Eu lavo as minhas mãos diante de tão grande impunidade!”. Bem como aceita sentido literal como parte do corpo humano – “lavei as mãos após ir ao banheiro”.

Exercícios de Semântica

UFPE – Nos enunciados abaixo, a palavra destacada NÃO tem sentido conotativo em:

a) A comissão técnica está dissolvida. Do goleiro ao ponta-esquerda.
b) Indispensável à boa forma, o exercício físico detona músculos e ossos, se mal praticado.
c) O melhor tenista brasileiro perde o jogo, a cabeça e o prestígio em Roland Garros.
d) Sob a mira da Justiça, os sorteios via 0900 engordam o caixa das principais emissoras.
e) Alta nos juros atropela sonhos da classe média.

Resolução: em todas as frases ocorre o sentido figurado/conotativo, exceto em B, quando “ossos” remete às estruturas corporais!

Gostou do conteúdo? Acompanhe o Blog do Estratégia Vestibulares e tenha acesso aos nossos artigos!
Conheça também nossos cursos preparatórios para o vestibular, basta clicar no banner abaixo:

Semântica - Estratégia Vestibulares
Você pode gostar também