O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 registrou 4.004.764 inscrições, o menor número de estudantes inscritos na prova desde a reformulação do exame, em 2009. Em comparação com a última edição do Enem, que foi aplicada em janeiro e fevereiro de 2021, por conta da pandemia de Covid-19, o número de inscritos diminuiu 34,5%.

Atualização 23/07, às 20h27: o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio de Teixeira (Inep) divulgou o número de final de inscritos no Enem. De acordo com dados do órgão, 3.109.762 candidatos confirmaram a participação na prova, seja com o pagamento da taxa de inscrição com ou direito à isenção. 

Essa discrepância pode ser ainda maior, visto que o número divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio de Teixeira (Inep) são preliminares, contabilizando apenas as inscrições realizadas no sistema e não as confirmadas, o número final será divulgado após o fim do prazo de pagamento da taxa de inscrição da prova, em 19 de julho.

Veja também: 
+ Taxa de inscrição do Enem 2021 será de R$ 85; pagamento pode ser feito até 19 de julho
+ Calendário Enem 2021
inscritos enem 2021
Foto: Isabela Giordan/Estratégia Vestibulares

Veja o número de inscrições nas últimas edições do Enem*:

  • Enem 2009: 4.576.126 inscrições;
  • Enem 2010: 4.611.441 inscrições;
  • Enem 2011: 6.331.697 inscrições;
  • Enem 2012: 6.497.466 inscrições;
  • Enem 2013: 7.105.903 inscrições;
  • Enem 2014: 9.490.952 inscrições;
  • Enem 2015: 8.478.096 inscrições;
  • Enem 2016: 9.276.328 inscrições;
  • Enem 2017: 7.603.290 inscrições;
  • Enem 2018: 6.774.891 inscrições;
  • Enem 2019: 6.384.957 inscrições;
  • Enem 2020: 6.121.363 inscrições; e
  • Enem 2021: 4.004.764 inscrições

No Enem 2021, 3.903.664 estão inscritos do Enem Impresso e 101.100 na edição digital do exame.

Onde utilizar a nota do Enem?

Considerado o maior vestibular do Brasil, o resultado do Enem pode ser utilizado para ingresso em universidades privadas e públicas, além de selecionar por meio dos programas do governo de acesso ao Ensino Superior, são eles:

  • Sistema de Seleção Unificada (Sisu): programa de acesso a todas as universidades e institutos federais brasileiros e também para diversas outras universidades estaduais.

  • Programa Universidade Para Todos (Prouni): programa do governo que oferece bolsas de estudo de 50% e 100% em faculdades e universidades privadas brasileiras para estudantes do Ensino Médio público.

  • Fundo de Financiamento Estudantil (Fies): programa voltado para o financiamento das mensalidades em faculdades e universidades privadas.

Além disso, com a nota do Enem também é possível participar do Enem Portugal, uma parceria do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio de Teixeira com o Ministério da Educação português. Atualmente, 50 universidades portuguesas aceitam a nota do Enem como forma de ingresso.

Como estudar para o Enem 2021?

Agora que o Enem 2021 já tem data marcada, é preciso começar os estudos o quanto antes. Afinal, por ser o maior vestibular do Brasil, a concorrência e a dificuldade do exame aumentam a cada ano. 

ara te ajudar, o Estratégia Vestibulares oferece diariamente aulas gratuitas no YouTube sobre todas as matérias que caem no Enem e em diversos vestibulares brasileiros.

Além disso, para aqueles que querem investir nos estudos, a plataforma também oferece um curso preparatório exclusivo sobre o Enem 2021, com professores especialistas na prova e com diversos benefícios. Dá só uma olhada: 

  • Curso com livros digitais;
  • Correção ilimitada de redações;
  • Fórum de dúvidas;
  • Simulados com questões inéditas;
  • Questões comentadas;
  • Mapas mentais; e
  • Entre muitas outras vantagens.

Ficou interessado? Então, clique no botão e veja tudo sobre os cursos oferecidos pelo Estratégia Vestibulares:

Enem Estratégia Vestibulares
*Número de prévio inscritos na prova, antes do fim do prazo de pagamento da taxa de inscrição

Você pode gostar também