A geomorfologia é uma área geográfica em que as pesquisas estão voltadas para o entendimento da formação, relevo e desenho da crosta terrestre. Nos vestibulares, esse assunto aparece relacionado com as regiões do planeta, as ações externas e internas, os intemperismos, entre outros agentes que moldam a formação do relevo. 

Para te ajudar a entender melhor esses assuntos, a Coruja preparou um artigo com as principais informações. Além disso, ao final, treine seu conhecimento com questões de vestibulares que versam sobre o tema. Vamos lá?

O que é geomorfologia?

A geomorfologia é a união entre os estudos da geologia e da geografia, a etimologia do termo retoma as palavras gregas geo, morfo e logia, que significam, respectivamente, Terra, forma e estudo. Ou seja, a ciência voltada para o estudo das formas terrestres. 

A criação do relevo é dependente de forças endógenas que alteram mecanismos internos da Terra e permitem o surgimento de rochas, montanhas e diferentes elementos geomorfológicos. 

Com o passar dos anos esses materiais são modificados a partir de processos externos. Assim, a forma da Terra é moldada conforme as condições climáticas, ambientais e ações antrópicas presentes em cada região.

Agentes internos da geomorfologia

Os agentes internos do relevo são responsáveis pela formação do desenho na crosta terrestre. Eles são representados, principalmente, pelas atividades sísmicas e vulcânicas.

Geomorfologia

Por exemplo, os movimentos das placas tectônicas podem reverberar para a superfície terrestre. Em alguns casos, durante a história geológica, essa situação foi suficiente para a formação de cadeias montanhosas como o Himalaia e os Andes. Em outros contextos, as placas deslizam entre si em deslocamentos transcorrentes. A famosa falha de San Andreas, na Califórnia, é resultado desse tipo de atividade geomorfológica endógena.

Agentes externos da geomorfologia

Depois que o relevo está formado, os agentes externos da morfologia atuam na modelação dele: a forma e o desenho podem ser alterados no decorrer do tempo. Os principais tipos são a erosão, o intemperismo e a ação antrópica.

Por exemplo, quando uma região é cortada por corpos hídricos, é comum que seu relevo seja escavado pela passagem das águas nos rios. Em regiões de encostas e montanhas, a chuva e a correnteza d’água podem ocasionar deslizamentos e mudanças no formato do relevo — esses são exemplos típicos de erosão.

O intemperismo, por sua vez, está relacionado com a degradação e transformação das rochas devido a fatores externos. Ele acontece quando, como exemplo, as mudanças de temperatura em uma região alteram as características químicas da rocha. 

A água é considerada um fator de intemperismo quando sua passagem pelo relevo causa reações químicas com potencial modificação daquele espaço a longo prazo. Por fim, os seres vivos e suas relações com o ambiente também podem ser agentes externos da morfologia, seja por sua decomposição no solo ou pela pressão que fazem nas rochas ao caminhar. 

A ação antrópica é um outro tipo de fator exógeno do relevo e se refere às atitudes humanas capazes de modelar uma formação geomorfológica.  Com o desmatamento, as áreas perdem a proteção vegetal e se tornam mais suscetíveis a erosão e a água dos intemperismos — esse é um dos exemplos da influência geológica da humanidade.

Importância da geomorfologia

Para além de conhecimento teórico, a geomorfologia representa uma ciência prática nas decisões do dia a dia e pode influenciar processos econômicos, sociais e urbanísticos das regiões. Confira, a seguir algumas importantes contribuições:

Uso do Solo

O conhecimento geomorfológico do solo é útil para entender a composição química e características físicas envolvidas na sua formação. Por meio dela é possível compreender também a fragilidade e a capacidade orgânica dele.  

Na prática, isso significa que a agricultura pode utilizar as informações geomorfológicas para ampliar seu controle sobre o plantio e colheita de espécies. Esse tipo de pesquisa e tecnologia é muito importante para a agricultura intensiva e para o agronegócio, que geram produtos agrícolas a partir da ciência, com fins lucrativos.

Além disso, o mapeamento das áreas permite conhecer as zonas com maior risco de erosão e intemperismo. No meio urbano, esses conhecimentos podem se traduzir em planejamento de cidades e na retirada de pessoas das regiões com risco de deslizamentos de terras.

Outro ponto importante do estudo geomorfológico é a análise das placas tectônicas e a formação do relevo em determinada região, que podem ser indicativos para atividades sísmicas e erupções vulcânicas. 

Nas questões de gerenciamento e política das regiões, a geomorfologia pode ajudar na compreensão da espessura e qualidade do solo e determinar o melhor ponto para a instalação de represas e hidrelétricas, por exemplo. Além de que, é possível entender as melhores formas de transporte para cada localidade conforme o perfil de relevo da região.

Perceba, portanto, que a geomorfologia é uma ciência abrangente que se relaciona com processos geológicos muito antigos, mas também pode ser aplicada nas relações atuais e é importante para a sociedade como um todo.

Questão de geomorfologia

Agora que você já sabe as principais informações sobre esse assunto, resolva a questão abaixo e, depois, compare com a resolução proposta pelo Estratégia.

ENEM 2017

As rochas são desagregadas e decompostas e os materiais resultantes de sua ação, tais como seixos, cascalhos, areias, siltes e argilas, são carregados e depois depositados e, também, substâncias dissolvidas na água podem precipitar. Em virtude de sua atuação, quaisquer rochas, independentemente de suas características, podem ficar destacadas no relevo.

BELLOMO, H. R. et al. (Org.).Rio Grande do Sul: aspectos da geografia.Porto Alegre: Martins Livreiro, 1997 (adaptado).

O texto refere-se à modelagem do relevo pelos processos naturais de

a) magmatismo e fusão. b) vulcanismo e erupção. c) intemperismo e erosão. d) tectonismo e subducção. e) metamorfismo e recristalização.

O texto refere-se aos agentes externos do relevo. A única alternativa que abrange duas forças exógenas da geomorfologia é a letra C.

Assista uma aula grátis de geografia

Quer aprender mais sobre geomorfologia, geografia física, geopolítica e muito mais? Acompanhe as aulas gratuitas que o Estratégia posta no canal do youtube. Lá você encontra as informações necessárias para te ajudar no estudo pré-vestibular. 

Precisa de planos e promoções que te ajudem na jornada pré-vestibular? Acesse o site do Estratégia e veja como podemos te ajudar: planos variados que se adequam a sua necessidade, banco de questões para você treinar o conhecimento e muito mais. Clique e confira.

Estratégia Vestibulares cursos
Você pode gostar também
Leia mais

Como cai a Urbanização no Enem

Os vestibulares requerem dos candidatos conhecimento histórico e geográfico abrangente e dinâmico. Por isso, compreender os temas que…