Última atualizaçao em: 05 de Novembro de 2020, ás 16:28

Olá, pessoal… Tudo bem? Sou o prof. Saulo, do Estratégia Vestibulares, e escrevo este artigo para lançar o Gabarito UNESP 2020, da disciplina de Geografia. Nesta página, você vai conferir a resolução comentada completa. Vamos nessa??

UNESP 2020

Questão 38

Era esta uma das artérias principais da cidade e regurgitara de gente durante o dia todo. Mas, ao aproximar-se o anoitecer, a multidão engrossou e, quando as lâmpadas se acenderam, duas densas e contínuas ondas de passantes desfilavam […]. Muitos dos passantes tinham um aspecto prazerosamente comercial e pareciam pensar apenas em abrir caminho através da turba. Traziam as sobrancelhas vincadas e seus olhos moviam-se rapidamente; quando davam algum encontrão em outro passante, não mostravam sinais de impaciência; recompunham-se e continuavam, apressados, seu caminho.

(Contos de Edgar Allan Poe, 1986.) O conto, originalmente publicado em 1840, apresenta um perfil das metrópoles do século XIX, destacando

(A) a solidariedade entre os habitantes, o desenvolvimento da cidadania e a força da indústria.

(B) o declínio das atividades comerciais, os ruídos incessantes das ruas e a solidão dos habitantes.

(C) a conformação de uma nova sensibilidade, o arcaísmo tecnológico e a imobilidade dos habitantes.

(D) o ordenamento do espaço urbano, o controle policial da circulação e o crescimento do desemprego.

(E) o crescimento populacional, a dinâmica da circulação urbana e a impessoalidade nas relações.

Resolução Comentada

  • a) Incorreto. A força da indústria e o desenvolvimento da cidadania não se destacavam em 1840.
  • b) Incorreto. Pelo contrário, ascensão das atividades comerciais.
  • c) Incorreto. Os habitantes não eram imóveis graças ao desenvolvimento das ferrovias.
  • d) Incorreto. O ordenamento do espaço urbano e o controle policial não de destacavam em 1840.
  • e) Correto. A população cresceu graças à urbanização e a industrialização. A circulação urbana tonou-se mais dinâmica por causa dos bondes. Ademais, as relações interpessoais são menores.

Gabarito: E

Questão 41

Dois fatores que contribuíram para os processos de emancipação política na África e na Ásia no pós-Segunda Guerra Mundial foram:

(A) a defesa chinesa de uma política de neutralidade ante os conflitos regionais e o fim da Guerra Fria, que opunha Estados Unidos e União Soviética.

(B) a partilha europeia do continente africano e a crise do petróleo, que obrigou os países ricos a negociar com lideranças políticas da África e do Oriente Médio.

(C) o nacionalismo de organizações civis dentro das colônias e o princípio da autodeterminação dos povos, que era defendido pela ONU.

(D) a crescente autossuficiência econômica dos países africanos e o surgimento do pan-africanismo, que unificou as lutas no continente.

(E) a ascensão econômica dos países do chamado Terceiro Mundo e a ação vietcongue, que expulsou os colonizadores da Indochina francesa.

Resolução Comentada

  • a) Incorreto. Inicialmente, a China apoiou a União Soviética.
  • b) Incorreto. A partilha europeia (Conferência de Berlim) ocorreu no final do século XIX.
  • c) Correto. Após a II Guerra Mundial, muitas nações europeias estavam arrasadas. Assim, as colônias aproveitaram o momento, fazendo com que surgisse um sentimento de independência (nacionalismo).
  • d) Incorreto. A autossuficiência econômica dos países africanos não cresceu logo após a II Guerra Mundial. Ademais, o pan-africanismo visava unificar as nações africanas e não as lutas.
  • e) Incorreto. Os países do Terceiro Mundo eram aqueles que tentaram se manter neutro e eram considerados mais pobres. Além disso, os vietcongues expulsaram os EUA do Vietnã.

Gabarito: C

Questão 42

O terrorismo atual utiliza as técnicas do espetáculo produzindo vídeos e montagens por vezes muito bem elaborados. O controle dos meios de difusão de conteúdo é certamente outra novidade, possibilitada pelo advento da internet […]. Por mais chocante que possa ser o conteúdo difundido pelo Estado Islâmico, sua forma é já reveladora de que a violência está subordinada a uma lógica espetacular.

(Gabriel F. Zacarias. No espelho do terror: jihad e espetáculo, 2018.) O texto caracteriza o terrorismo atual como peculiar, pois este

(A) promove a inclusão digital de populações pobres e amplia o acesso às novas ferramentas de comunicação e divulgação.

(B) combate a centralização do poder financeiro no Ocidente e direciona sua propaganda apenas aos seguidores e simpatizantes.

(C) rejeita a cultura ocidental do espetáculo e reitera valores e princípios originários de sociedades tradicionais do Oriente próximo.

(D) recorre a estratégias de ação de forte impacto visual e divulga suas atividades por meio das novas tecnologias.

(E) valoriza a violência como instrumento de transformação política e rejeita a adesão de pessoas nascidas no Ocidente.

Resolução Comentada

  • a) Incorreto. O terrorismo não promove a inclusão digital.
  • b) Incorreto. A propaganda é direcionada para todos e não apenas aos seguidores e simpatizantes.
  • c) Incorreto. Essas características não são do terrorismo da atualidade.
  • d) Correto. O terrorismo utiliza o sensacionalismo e a internet a seu favor.
  • e) Incorreto. O terrorismo não rejeita a adesão de pessoas nascidas no Ocidente.

Gabarito: D

Questão 43

O advento de chefes de Estado-empresa marca uma transição sistêmica entre o enfraquecimento do Estado- -nação e o fortalecimento da corporação apoiada em sua racionalidade técnico-econômica e gerencial. Essa transferência leva, por um lado, ao esvaziamento do Estado, reduzido à administração e à gestão, e, de outro, à politização da empresa, que expande sua esfera de poder muito além de sua atividade tradicional de produção. A corporação tende a se tornar o novo poder político-cultural.

(Pierre Musso. “Na era do Estado-empresa”. http://diplomatique.org.br, 30.04.2019. Adaptado.)

Coerentes com o neoliberalismo, as propostas do Estado- -empresa convergem para

(A) a apropriação das forças produtivas pelo Estado e a defesa da igualdade social.

(B) o pluralismo democrático e a redistribuição de renda por programas de assistência social.

(C) a regulamentação da força de trabalho e a defesa da produção flexível.

(D) o protecionismo econômico e a implantação de políticas fiscais contra a inflação.

(E) a adoção de privatizações e a mínima intervenção do Estado na economia.

Resolução Comentada

  • a) Incorreto. A apropriação das forças produtivas pelo Estado é do Keynesianismo e não do Neoliberalismo.
  • b) Incorreto. Redistribuição de renda não condiz com Estado-empresa.
  • c) Incorreto. O Neoliberalismo não regulamenta a força de trabalho.
  • d) Incorreto. O protecionismo econômico vai contra o Neoliberalismo.
  • e) Correto. O Neoliberalismo defende a absoluta liberdade de mercado.

Gabarito: E

Questão 44

A reação diante da alteridade1 faz parte da própria natureza das sociedades. Em diferentes épocas, sociedades particulares reagiram de formas específicas diante do contato com uma cultura diversa à sua. Um fenômeno, porém, caracteriza todas as sociedades humanas: o estranhamento, que chamamos etnocentrismo, diante de costumes de outros povos, e a avaliação de formas de vida distintas a partir dos elementos da sua própria cultura. Assim, percebemos como o etnocentrismo se relaciona com o conceito de estereótipo2. Os estereótipos são uma maneira de “biologizar” as características de um grupo, isto é, considerá-las como fruto exclusivo da biologia, da anatomia. No interior de nossa sociedade, encontramos uma série de atitudes etnocêntricas e biologicistas

(https://gdeufabc.wordpress.com)

1 alteridade: característica, estado ou qualidade de ser distinto e diferente, de ser outro.
2 estereótipo: ideia ou convicção classificatória preconcebida sobre alguém ou algo.

Um exemplo de etnocentrismo incorporado a uma política estatal foi

(A) o movimento sionista, na Palestina.

(B) o apartheid, na África do Sul.

(C) a questão curda, na Turquia.

(D) a primavera árabe, na Síria.

(E) a balcanização, na Chechênia.

Resolução Comentada

  • a) Incorreto. O movimento sionista não considerava os judeus superiores aos árabes. Além disso, o movimento sionista lutava pela consolidação do Estado de Israel.
  • b) Correto. Os europeus que colonizaram a África do Sul se consideravam superiores aos nativos.
  • c) Incorreto. Os curdos reivindicam um Estado e não se julgam superiores aos turcos.
  • d) Incorreto. A primavera árabe visa depor o líder político.
  • e) Incorreto. A balcanização visa a fragmentação territorial.

Gabarito: B

Questão 45

“Eu tinha muito medo, estava sozinha, não tinha como não trabalhar. Ela não me deixava amamentar meu filho pela manhã, dizia que eu perderia tempo.” (Dora E. A. Calle) “Quando eu precisava sair da casa, sempre tinha que pedir a chave. E nessa hora a chave sempre sumia.”

(Raul G. P. Mendoza) “A casa onde eu trabalhava tinha outros 14 bolivianos, que, assim como eu, queriam guardar dinheiro e voltar para nosso país. Mas não é bem assim que acontece.” (Alicia V. Balboa) (Bárbara Forte. “Tecendo sonhos”. https://noticias.bol.uol.com.br, 09.05.2019. Adaptado.)

Esses depoimentos retratam a realidade vivida por imigrantes bolivianos que trabalharam no setor têxtil da capital paulista. Os depoimentos evidenciam

(A) a competitividade da Divisão Internacional do Trabalho.

(B) a relação de trabalho análoga à escravidão.

(C) o processo de segregação estimulado pela xenofobia.

(D) a flexibilização das leis trabalhistas.

(E) o descompasso do trabalho formal com as mudanças da globalização

Resolução Comentada

  • a) Incorreto. O trabalho escravo não evidencia a competitividade da divisão internacional do trabalho.
  • b) Correto. Muitos bolivianos trabalham em troca de comida e lugar para dormir.
  • c) Incorreto. Os depoimentos não relatam xenofobismo.
  • d) Incorreto. Os depoimentos não evidenciam leis trabalhistas.
  • e) Incorreto. Os depoimentos não apontam para o descompasso do trabalho formal e nem para as mudanças da globalização.

Gabarito: B

Questão 46

A hinterlândia destacada no mapa corresponde

(A) à área atendida pelo porto do Itaqui, cuja localização é estratégica, devido à proximidade com o Canal de Suez.

(B) ao eixo concedido às frentes pioneiras, cuja ocupação territorial ocorreu devido ao deslocamento de posseiros.

(C) a uma área definida como Zona Franca, cuja produção industrial utiliza matéria-prima regional, devido às isenções de impostos

(D) à área estabelecida para a atividade extrativista, cuja exploração ocorre em local protegido, devido aos riscos de contaminação.

(E) ao eixo de expansão agrícola da bacia do São Francisco, cuja espacialização é limitada, devido aos gargalos logísticos.

Resolução Comentada

  • a) Correto. Na realidade, o tempo de viagem diminuiu entre o Porto de Itaqui e o Canal de Suez, uma vez que foi feito um acordo com os países árabes.
  • b) Incorreto. A frente pioneira (avanço dos grandes produtores rurais) não possui essa delimitação. Ademais, o deslocamento de posseiros ocorre em outras regiões da federação.
  • c) Incorreto. A Zona Franca localiza-se em Manaus, AM.
  • d) Incorreto. Nem todos os locais da hinterlândia são protegidos.
  • e) Incorreto. A Bacia do Rio São Francisco não envolve essa área demarcada.

Gabarito: A

Questão 48

O processo de desmetropolização, observado no Brasil desde o final do século XX, é caracterizado

(A) pela retração do setor terciário diante dos movimentos urbanos de compartilhamento de bens e serviços.

(B) pelo conflito jurídico na regulação do solo urbano, como resultado da conurbação entre as cidades.

(C) pelo registro de maior crescimento populacional em cidades médias, quando comparado ao das metrópoles.

(D) pela redução das manchas metropolitanas como resultado de uma saturação populacional.

(E) pela fragmentação de metrópoles em sub-regiões, para otimizar recursos financeiros e administrativos.

Resolução Comentada

  • a) Incorreto. Pelo contrário, o setor terciário se ampliou.
  • b) Incorreto. A conurbação entre as zonas urbanas pode formar uma região metropolitana.
  • c) Correto. As cidades médias crescem mais do que as grandes, especialmente aquelas que se encontram em um raio de 200 km a partir da capital paulista.
  • d) Incorreto. Em muitos locais, as manchas urbanas aumentam.
  • e) Incorreto. A metrópole pode gerar uma região metropolitana e não fragmentá-la em sub-regiões.

Gabarito: C

Questão 49

Analise os diagramas.

Esses diagramas demonstram o processo de

(A) desintegração mecânica acompanhada pela decomposição química das rochas na exposição aos agentes atmosféricos.

(B) formação de novos aquíferos pela concentração de fluxos de água em terrenos arenosos.

(C) metamorfismo sofrido por rochas magmáticas quando sujeitas ao calor e à pressão.

(D) diastrofismo da crosta terrestre pelo falhamento da superfície ao longo das eras geológicas.

(E) afloramento de rochas ricas em matéria orgânica na formação de novos escudos cristalinos.

Resolução Comentada

  • a) Correto. O intemperismo físico e químico somados à erosão moldam o relevo.
  • b) Incorreto. Os diagramas não demonstram a formação de novos aquíferos.
  • c) Incorreto. Os diagramas não apresentam metamorfismo.
  • d) Incorreto. Diastrofismo é sinônimo de tectonismo. As imagens mostram a atuação das forças exógenas.
  • e) Incorreto. Rochas ricas em matéria orgânica não geram escudos cristalinos.

Gabarito: A

Questão 52

As abelhas são responsáveis pela maior parte da polinização em nosso planeta. Mesmo assim, estão sendo eliminadas, colocando em risco a conservação da biodiversidade e a segurança alimentar na Terra. Dentre as práticas que acirram o extermínio de abelhas, pode-se citar

(A) o terraceamento e o avanço da biotecnologia.

(B) a transgenia e a expansão de plantas silvestres.

(C) a rotação de culturas e a mecanização do campo.

(D) o uso de sementes crioulas e a silvicultura.

(E) a monocultura e o uso de agrotóxicos

Resolução Comentada

  • a) Incorreto. O terraceamento é uma técnica para evitar o deslizamento de terra.
  • b) Incorreto. A expansão das plantas silvestres não acirra o extermínio de abelhas.
  • c) Incorreto. A rotação de culturas não compromete a vida das abelhas.
  • d) Incorreto. Sementes crioulas (naturais) não prejudicam as abelhas.
  • e) Correto. Principalmente, o uso intenso de fungicidas, pesticidas e herbicidas comprometem a vida das abelhas.

Gabarito: E

Questão 53

Alguns especialistas argumentam que deveria haver rótulos climáticos na comida, da mesma forma que há informações sobre nutrição. Em teoria, os rótulos poderiam ajudar os consumidores a escolher produtos de baixo impacto ambiental e dariam aos agricultores e produtores mais incentivos para mudarem seus produtos.

(The New York Times. “Como fazer compras, cozinhar e comer em um mundo que está aquecendo?”. www.folha.uol.com.br, 06.05.2019. Adaptado.)

Considerando a proposta apresentada pelo excerto, um dado que poderia constar nos rótulos de alimentos seria

(A) o débito fluvial.

(B) a estrutura fundiária.

(C) o código florestal.

(D) a pegada de carbono.

(E) a diversidade ecológica.

Resolução Comentada

  • a) Incorreto. Débito fluvial ou descarga é a quantidade de água que passa em determinado ponto do rio.
  • b) Incorreto. A estrutura fundiária não seria relevante nos rótulos de alimentos.
  • c) Incorreto. Não existe motivo para colocar o código florestal no rótulo de alimentos.
  • d) Correto. A pegada de carbono diz respeito a quanto gás carbônico uma pessoa lançou na atmosfera. Assim, teria ideia do impacto ambiental negativo.
  • e) Incorreto. Não há motivo para a diversidade ecológica aparecer no rótulo.

Gabarito: D

Questão 54

Analise os mapas temáticos hipotéticos.

Considerando os métodos de representação da cartografia temática, pode-se afirmar que o mapa temático

(A) 2 apresenta relações de proporcionalidade entre os lugares.

(B) 3 apresenta relações de ordem entre os lugares.

(C) 3 apresenta relações de diversidade entre os lugares.

(D) 1 apresenta relações de proporcionalidade entre os lugares.

(E) 2 apresenta relações de ordem entre os lugares.

Resolução Comentada

  • a) Incorreto. No mapa 2 não dá para tirar uma conclusão de proporcionalidade.
  • b) Incorreto. No mapa 3, há uma proporcionalidade e não relação de ordem.
  • c) Incorreto. No mapa 3, há uma proporcionalidade e não relações de diversidade.
  • d) Incorreto. No mapa 1, os elementos são distintos e não proporcionais.
  • e) Correto. O ponto com círculo significa capital de um país ou de um estado. O ponto cheio significa uma cidade importante.

Gabarito: E

É isso, pessoal! Espero que tenham curtido a resolução da prova de Geografia do vestibular UNESP 2020. Sigam-me nas redes sociais. Têm muitas dicas lá. Mande uma mensagem, caso tenha tido alguma dúvida. Abraços!

Instagram: @prof.sauloteruotakami

CURSOS PARA VESTIBULAR

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar também