Vem novidade na edição do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, em 2020. Pela primeira vez em mais de 20 anos, o Enem será aplicado em duas versões: uma presencial e outra digital. A versão digital do Enem será aplicada nos dias 11 e 18 de outubro para um público restrito de 50 mil candidatos.

O Enem em sua versão digital será aplicada em fase de testes. Nesse momento, as provas serão opcionais. Dessa forma, o candidato, no ato da inscrição, poderá escolher o modelo de aplicação. O teste digital será aplicado apenas para 50 mil candidatos nas capitais:

  • Belém
  • Belo Horizonte
  • Brasília
  • Campo Grande
  • Cuiabá
  • Curitiba
  • Florianópolis
  • Goiânia
  • João Pessoa
  • Manaus
  • Porto Alegre
  • Recife
  • Rio de Janeiro
  • Salvador
  • São Paulo

O investimento estimado pelo MEC com o modelo digital do Enem será de aproximadamente de R$ 20 milhões. A ideia é que seja utilizada a infraestrutura das escolas das cidades onde serão aplicadas as provas digitais.

No projeto piloto, ambas as provas serão aplicadas em formato digital, tanto a prova objetiva quando a discursiva. A ideia é que a partir de 2026 o Enem seja 100% digital.

Haverá mudanças na prova?

Inicialmente não. O MEC afirmou que a prova do Enem 2020 seguirá o mesmo perfil de prova aplicada na última edição, em 2019. Serão 180 questões objetivas, com cinco alternativas cada, e uma Redação. As provas continuarão sendo aplicadas em dois domingos consecutivos. Ainda de acordo com o MEC, apenas em 2021 a estrutura da prova será modificada.

Quais serão as datas do Enem?

Nós estimamos, com base no que ocorreu na edição do Enem 2019, as datas de inscrições, isenção da taxa e aplicação da prova.

  • Pedidos de isenção: abril
  • Inscrições: maio
  • Provas digitais: 11 e 18/10
  • Prova presencial: 01 e 08/11
  • Resultado: janeiro de 2021

CURSOS ENEM

Leia mais…

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar também