A Biologia tem como principal foco o estudo do ser vivo. Neste sentido, as teorias da evolução procuram compreender melhor como as espécies se desenvolvem ao longo do tempo. O lamarckismo e o neodarwinismo, por exemplo, são correntes de pensamento para explicar a evolução do ser vivo. 

Dada a importância desse assunto, ele se tornou muito recorrente nos vestibulares e, por isso, o Estratégia Vestibulares reuniu as principais informações sobre Neodarwinismo neste artigo. Acompanhe!

Qual é a teoria Neodarwinista?

A teoria neodarwinista, ou teoria sintética da evolução, está baseada nos estudos propostos por Darwin, mas acrescenta informações genéticas aos conceitos darwinistas. 

A seleção natural é uma ideia darwinista que propõe uma influência do ambiente sobre os seres vivos. Nesse quesito, sobrevivem os indivíduos mais adaptados ao ambiente em que estão inseridos – sem a existência de uma relação de “melhores” ou “piores”

Por exemplo, o cacto é uma planta excelente para a adaptação desértica, mas não consegue viver no mesmo lugar que uma vitória-régia. Perceba que cada um dos vegetais é adaptado ao seu ambiente e estão selecionados naturalmente por esses ecossistemas.

Os neodarwinistas, após o crescimento dos estudos sobre genética, somaram os conceitos de variabilidade genética, mutação e recombinação gênica à ideia de seleção natural. 

Dessa forma, os estudiosos perceberam que a reprodução sexuada permite uma interação gênica que expressa características diferentes em indivíduos diferentes. Assim, ocorre uma variabilidade genética que favorece a perpetuação de espécies em diferentes ambientes. Por exemplo, essas relações genéticas são o que possibilita a adaptação de um grande número de angiospermas e artrópodes em diversos ambientes da biosfera.

Note, portanto, que o neodarwinismo soma-se às pesquisas darwinistas e apresenta hipóteses genéticas que embasam a evolução genética das espécies.

Qual a diferença entre Lamarckismo, Darwinismo e Neodarwinismo?

Lamarckismo

Diferentemente do neodarwinismo, o lamarckismo é uma teoria evolutiva que acredita no uso e desuso de estruturas corporais e que as modificações são transmitidas à prole pela lei dos caracteres adquiridos. 

Neste caso, a necessidade de alcançar alimentos em árvores altas faria com que as girafas tivessem o pescoço “esticado” – assim o uso do pescoço influenciaria diretamente no crescimento do animal e os filhos das girafas também nasceriam com pescoço desenvolvido verticalmente.

É importante citar que, atualmente, o lamarckismo não é uma hipótese bem aceita no ambiente científico.

Darwinismo

O darwinismo é a teoria evolutiva proposta por Charles Darwin no século XIX. As principais ideias do cientista estão descritas no livroA origem das espécies por meio da seleção natural, ou a preservação das raças favorecidas na luta pela vida”.

Em termos gerais, baseia-se na seleção natural como o principal fator de adaptação e sobrevivência das espécies – conforme foi descrito anteriormente neste mesmo artigo.

Neste sentido, darwinismo é a base para o neodarwinismo, o qual complementa as ideias darwinistas a partir de estudos genéticos e a compreensão da hereditariedade nas espécies. 

Exercícios de Neodarwinismo

Agora que você já conhece as principais características do neodarwinismo e sua diferença entre o lamarckismo e o darwinismo, treine a sua compreensão do assunto com o exercício abaixo!

UNICAMP 2013

Olhos pouco desenvolvidos e ausência de pigmentação externa são algumas das características comuns a diversos organismos que habitam exclusivamente cavernas. Dentre esses organismos, encontram-se espécies de peixes, anfíbios, crustáceos, aracnídeos, insetos e anelídeos. Em relação às características mencionadas, é correto afirmar que:

a) O ambiente escuro da caverna induz a ocorrência de mutações que tornam os organismos albinos e cegos, características que seriam transmitidas para as gerações futuras.
b) Os indivíduos que habitam cavernas escuras não utilizam a visão e não precisam de pigmentação; por isso, seus olhos atrofiam e sua pele perde pigmentos ao longo da vida.
d) As características típicas de todos os animais de caverna surgiram no ancestral comum e exclusivo desses animais e, portanto, indicam proximidade filogenética.
e) A perda de pigmentação e a perda de visão nesses animais são características adaptativas selecionadas pelo ambiente escuro das cavernas.

Conforme os conceitos darwinistas e neodarwinistas, sabe-se que o ambiente não é capaz de induzir a perda de visão dos animais de forma natural.
O que ocorre, na verdade, é que:

  • Os animais com maior visão e pigmentação são mais sensíveis às características da caverna escura; enquanto que
  • Os indivíduos sem visão e pigmentação apresentam uma maior adaptação às demandas do ambiente escuro.
    Assim, a resposta correta é a alternativa E.

Quer saber mais sobre esse assunto? Abaixo, assista o vídeo sobre Evolução do Estratégia Vestibulares e não deixe de acompanhar nosso Blog!

Também aproveite para conhecer nossos cursos preparatórios para o vestibular, basta clicar no banner abaixo:

Neodarwinismo Estratégia Vestibulares
Você pode gostar também