Olá, futuro universitário(a)! Tudo bem? Escrevo este artigo para comentar um pouco sobre o tema Ecologia e como esse assunto pode ser cobrado em prova. A seguir, eu elenquei uma questão que caiu no vestibular da UNESP, na edição de 2019. Vamos a ela!!

Prova UNESP 2019

Questão 01

O solo amazônico é naturalmente rico em mercúrio na sua forma inorgânica. Na bacia do Rio Negro, todos os anos, na época chuvosa, os rios transbordam, invadem a floresta e formam ecossistemas fechados que permanecem inundados por até 130 dias. Nesse processo, o mercúrio inorgânico é liberado na água e bactérias anaeróbias convertem-no em metilmercúrio, que entra na cadeia alimentar aquática desses ecossistemas.

(http://revistapesquisa.fapesp.br. Adaptado.)

Na situação descrita,

(A) as bactérias anaeróbias concentram a maior parte do mercúrio nas cadeias alimentares da região inundada.

(B) a bioacumulação de mercúrio nos organismos aquáticos será menor ao longo dos níveis tróficos das cadeias alimentares.

(C) os microrganismos que fermentam a matéria orgânica na água favorecem a entrada de mercúrio nas cadeias alimentares.

(D) os organismos autotróficos nas cadeias alimentares da região inundada não são contaminados pelo mercúrio.

(E) a contaminação por mercúrio fica restrita aos organismos aquáticos dos ecossistemas da região inundada.

Resolução Comentada

Para resolver essa questão, você deve se lembrar de assuntos de Ecologia, mais especificamente do fluxo de energia nas cadeias e teias alimentares.

Ao analisar as questões, concluímos que a alternativa correta é a letra C. Os microrganismos, como as bactérias, que obtêm energia por meio da fermentação da matéria orgânica contendo mercúrio presente na água, favorecem a entrada desse elemento, na forma de metilmercúrio, nas cadeias alimentares.

Isso ocorre porque, como o próprio enunciado diz, esses organismos transformam o mercúrio em metilmercúrio, o qual pode entrar na cadeia alimentar aquática. Vale a pena destacar o que é a fermentação, para que não haja dúvidas quanto ao processo.

Na fermentação, moléculas orgânicas de piruvato, resultantes da degradação da molécula de glicose, são transformadas para a obtenção de energia para o funcionamento celular, na ausência de oxigênio.

Dessa forma, pelo fato de a fermentação ser um processo anaeróbio, então é passível de ser realizado por bactérias anaeróbias.

A alternativa A está incorreta, pois as bactérias não acumulam o mercúrio em suas células, mas o transformam em metilmercúrio, que pode ser incorporado nas cadeias alimentares da região inundada.

A alternativa B está incorreta, pois a bioacumulação do mercúrio nos organismos será maior ao longo dos níveis tróficos das cadeias alimentares. Bioacumulação se refere à acumulação de compostos químicos nos organismos vivos.

Sendo o mercúrio acumulável, ou seja, não degradável, conforme subimos os níveis tróficos das cadeias alimentares, mais mercúrio estará acumulado.

Isso ocorre porque consumidores de topo de cadeia já se alimentaram de animais intermediários, os quais já se alimentaram de animais da base da cadeia, e todos incorporaram metilmercúrio por meio da água. Isto é, o mercúrio está mais concentrado ao longo da cadeia alimentar.

A alternativa D está incorreta, pois os organismos autotróficos da região inundada também são contaminados pelo mercúrio. Tais organismos realizam fotossíntese, que é o processo pelo qual produzem seu próprio alimento (matéria orgânica).

Nesse processo, o organismo utiliza água e gás carbônico do meio para produzir glicose e oxigênio. Uma vez que a água possui metilmercúrio, então esse elemento é incorporado pelo organismo autotrófico.

E a alternativa E está incorreta, pois a contaminação por mercúrio não fica restrita aos organismos aquáticos dos ecossistemas da região inundada.

Isso ocorre porque animais não aquáticos se alimentam dos animais aquáticos, como por exemplo, algumas aves, transferindo o mercúrio, na forma de metilmercúrio, para ecossistemas terrestres também. Os assuntos abordados nessa questão estarão presentes com detalhes na Aula 20 do Curso de Biologia Intensivo para a UNESP.

Gabarito: C

Qualquer dúvida, deixe seu comentário ou entre em contato através do Fórum de Dúvidas ou através das redes sociais.

Abraço,

Professora Carol Negrin.

Instagram: @carolnegrin

Leia mais…

CURSOS PARA UNESP

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar também