Olá, pessoal. Eu sou a prof. Carol Negrin, prof. de Biologia do Estratégia Vestibulares, e hoje você vai aprender um pouco sobre a configuração anatômica do sistema circulatório humano. Os sistemas do nosso corpo são comumente cobrados em questões de prova de vestibular.

Por isso, conhecer bem como funciona o nosso organismo é fundamental. E, para ilustrar essa temática, trago uma questão bem interessante que caiu na prova do vestibular da Unicamp. E, o mais interessante dessa questão é que ela é interdisciplinar necessitando de conhecimentos também da disciplina de Física.

Vamos à questão e, depois, discutiremos os tópicos cobrados por ela.

A questão

A configuração anatômica do sistema circulatório humano apresenta, por analogia com os circuitos elétricos, estruturas posicionadas em série e em paralelo, o que permite a identificação de resistências vasculares contrárias ao fluxo sanguíneo. A figura mostra como algumas estruturas estão associadas no sistema circulatório humano.

(Rui Curi e Joaquim P. de Araújo Filho. Fisiologia básica, 2009. Adaptado.)

Assim como na associação entre resistores de um circuito elétrico, no sistema circulatório humano há aumento da resistência ao fluxo sanguíneo na associação de estruturas em que ocorre

(A) filtração do sangue e absorção de nutrientes.

(B) produção da bile e reabsorção de água.

(C) produção da bile e controle da temperatura.

(D) absorção de nutrientes e controle da temperatura.

(E) filtração do sangue e reabsorção de água.

Circuito Elétrico

Retomando o que você deve saber da Física, existem dois tipos de circuitos elétricos: as resistências posicionadas em série e as posicionadas em paralelo. Veja a figura abaixo:

Num circuito em série, ocorre um aumento da resistência do circuito e redução do fluxo de corrente que atravessa as resistências. Já num circuito em paralelo, ocorre diminuição da resistência do circuito e, por isso, um aumento do fluxo da corrente que atravessa as resistências.

Como o enunciado da questão pediu a associação de estruturas em que há aumento da resistência ao fluxo sanguíneo, então ele pediu a associação de estruturas posicionadas em série.

Observando a figura, conseguimos identificar que as duas únicas estruturas posicionadas em série são o glomérulo e os túbulos renais (as demais estão em paralelo).

Sabendo, da biologia, que essas estruturas têm como função a filtração do sangue e reabsorção de água, respectivamente, chegamos à conclusão de que a resposta correta é a letra e.

Mas, e se você não se lembrasse do conceito de circuito em série e circuito em paralelo? Nesse caso, você teria que se lembrar dos aspectos fisiológicos dos sistemas do corpo.

O Sistema Circulatório

Com relação ao sistema circulatório, você deveria ter a noção de que o sangue que sai do coração em alta velocidade tem sua velocidade reduzida conforme “caminha” em direção aos órgãos.

Isso porque o diâmetro dos vasos vai diminuindo, oferendo maior resistência ao fluxo de sangue. Desse modo, nas arteríolas, o sangue apresenta velocidade bastante reduzida e menor ainda nos capilares sanguíneos.

Tal velocidade é importante para permitir as trocas gasosas nos órgãos: O2 é difundido para os órgãos, enquanto CO2 é difundido para o interior dos capilares. E isso ocorre entre todos os órgãos.

No entanto, existe uma particularidade relacionada à função dos rins: filtrar o sangue, reabsorver água e reabsorção de nutrientes essenciais (como glicose, sódio, potássio, cálcio, bicarbonatos, aminoácidos e vitaminas).

Esses processos são desempenhados pelas unidades fundamentais dos rins, os néfrons, os quais são compostos por cápsula glomerular (onde está localizado o glomérulo) e túbulos renais. Os processos de reabsorção são essenciais para manterem o equilíbrio osmótico do sangue e permitirem que cerca de 99% do filtrado glomerular retorne ao sangue.

Observe a figura a seguir. Nela, podemos ver que o sangue chega ao glomérulo pela arteríola aferente, sai dele pela arteríola eferente.

O filtrado glomerular é difundido para os túbulos renais, onde sofrem reabsorção (e secreção de substâncias que devem ser eliminadas e que não foram filtradas) das substâncias essenciais (água e nutrientes), seguindo para excreção, na forma de urina, apenas os refugos metabólicos.

Entretanto, todo esse processo de filtração e reabsorção só ocorre porque a resistência ao fluxo sanguíneo nas arteríolas dos rins é ainda maior que nos demais órgãos. Portanto, a alternativa correta é a letra e: há aumento da resistência ao fluxo sanguíneo na associação de glomérulos e túbulos renais, nos quais ocorre a filtração do sangue e a reabsorção de água, respectivamente.

E por que a alternativa a está incorreta? Porque a palavra absorção está incorreta. Não ocorre absorção de nutrientes nos túbulos renais, mas REABSORÇÃO de nutrientes: nutrientes que já haviam sido absorvidos, na digestão, por exemplo, serão reabsorvidos do filtrado ao sangue (por transporte ativo).

Era uma pegadinha! Os conceitos aqui tratados, sobre a fisiologia dos sistemas humanos circulatório e urinário, estão presentes nas Aulas 18 e 19 do Curso de Biologia Intensivo para a UNESP.

Além disso, os mecanismos de transporte ativo podem ser encontrados na Aula 01 do mesmo Curso.

Então é isso, pessoal. Espero que vocês tenham gostado desse artigo. Qualquer dúvida, deixe seu comentário ou entre em contato através do Fórum de Dúvidas ou através das redes sociais.

Abraço,

Professora Carol Negrin.

Instagram: @carolnegrin

Leia mais…

CURSOS PARA UNICAMP

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar também